ESCOLA COMO OBJETO DE PROBLEMATIZAÇÃO E SEU ENTENDIMENTO DINÂMICO

Nilda Stecanela, Mariana Selbach Castilhos

Resumo


Este texto apresenta uma reflexão sobre possíveis atravessamentos que o processo de democratização do acesso à escola promove nas culturas escolares. Foca atenção nas narrativas produzidas sobre as práticas docentes na tentativa de elucidar como a relação pedagógica vem se constituindo em vista aos padrões de comportamento social da juventude contemporânea. Foram considerados registros etnográficos combinados com entrevistas em profundidade realizadas com professores de uma escola privada de Caxias do Sul/RS. O suporte teórico considera as formulações de autores vinculados à sociologia e à história cultural. O trabalho de campo permite identificar leituras diferenciadas da realidade, em geral, associadas aos aspectos pessoais, ao tempo da docência e aos desafios dos contextos educativos e socioculturais da educação contemporânea.

Palavras-chave


Mutação da escola. Culturas escolares. Juventude e escola.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14210/contrapontos.v14n3.p479-494

Direitos autorais