PERCEPÇÕES DE PROFESSORES DA EDUCAÇÃO INFANTIL SOBRE AS LIMITAÇÕES SISTÊMICAS IMPOSTAS AO ENSINO APRENDIZAGEM

Javier Gonzalez

Resumo


O propósito deste múltiplo estudo de caso foi o de examinar as percepções de professores de jardim de infância em relação a restrições sistemáticas da relação pedagógica entre professores e crianças. Como o aumento de responsabilidade e o aumento de pressão estão colocados nos professores da educação infantil para focarem num currículo centrado em conteúdos disciplinares e em responsabilidades padronizadas, pouco tempo está reservado para implementar o desenvolvimento de práticas apropriadas. Este estudo qualitativo obteve dados de quatro professores experientes de educação infantil, selecionados aleatoriamente com o uso de entrevistas, observações em classe e revisão de documentos de sala e aula. A análise destes dados geraram três temas altamente proeminentes: 1) o desenvolvimento de práticas apropriadas no contexto da educação infantil são consensuadas em contextos de altos escalões; 2) o movimento instrucional do currículo tem mudado a dinâmica das aulas/classes da educação infantil; 3) habilidades acadêmicas são enfatizadas como um resultado do currículo preestabelecido no contexto da educação infantil. Em resumo, os professores da educação infantil acreditavam que a dinâmica da relação pedagógica entre o professor e a criança tem mudado como um resultado e restrições sistemáticas. Os professores deste estudo perceberam que o currículo predeterminado impõe pressão para que o currículo acadêmico seja trabalhado na maior parte do dia. No entanto, os professores mantiveram que mesmo sob pesada pressões do currículo preestabelecido, foram capazes de sustentar um alto senso de autoeficácia, ainda acreditando em suas habilidades de ajudar seus estudantes a serem bem-sucedidos.

Palavras-chave


Primeira Infância; Responsabilidade; Restrições sistêmicas; Práticas adequadas ao desenvolvimento.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14210/contrapontos.v14n1.p4-28

Direitos autorais