TRABALHO DOCENTE NA MODERNIDADE LÍQUIDA: O PREZI NO PROCESSO ENSINO E APRENDIZAGEM DOS/AS “ALUNOS/AS SURFISTAS”

Teresa Kazuko Teruya, João Paulo Baliscei, Mariana Costa do Nascimento

Resumo


As condições sociais, econômicas e culturais do período histórico em que estamos vivendo repercutem na educação escolar e no modo como os/as docentes organizam seus estudos e intervenções. Os/as estudantes tendem a “surfar” sobre o conhecimento social, isto é, entendem os conhecimentos como sendo temporários, superficiais e com datas de validade preestabelecidas. Dentro deste contexto muitas são as tentativas dos/as professores/as de utilizarem a informática como recurso didático. Nosso objetivo é problematizar se as aulas expositivas elaboradas no software Prezi podem ser “atrativas” para os/as “alunos/as surfistas”. Para tanto, no decorrer da pesquisa, utilizamos o método bibliográfico e como referencial teórico Bauman (2005; 2007; 2008; 2010; 2013); Gatti (2005), Hernández (2000; 2007). Frente aos resultados, consideramos que o Prezi pode constituir-se como recurso atrativo para os/as estudantes do Ensino Fundamental, Médio e Superior, tendo em vista a dinaminicidade proporcionada por suas ferramentas.

Palavras-chave


Educação. Modernidade líquida. Prezi.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14210/contrapontos.v1n1.p111-121

Direitos autorais 2015