Rede social e abandono escolar de adolescentes

Luigi Barone

Resumo


Este trabalho demonstra a produtividade teórica e operativa da metodologia da
análise em rede abordando os fenômenos de abandono escolar e exclusão sócioeducativa
na escola secundária. Em particular, além da importância dos fatores
clássicos de interrupção e de abandono precoce dos estudantes (repetência, baixo
desenvolvimento cognitivo, disfunção nos processos de relacionamento comunicativo
entre professores e alunos, auto-avaliação e baixa autocrítica, atraso
das práticas de orientação e do desenvolvimento da carreira), destacam-se alguns
elementos processuais que fogem dos instrumentos investigativos da pesquisa
estatística, como o empobrecimento dos conteúdos e das trocas na rede social
dos indivíduos. Demonstra-se que tanto a forma como os conteúdos da rede
sociais são particularmente influenciáveis pela mobilidade geográfica residencial
do grupo familiar e das experiências ocasionais de desvio social, da familiaridade
do abandono no ciclo de vida das gerações.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais