Formação de professores, pesquisa e problemas metodológicos

Bernardete Angelina Gatti

Resumo


Este artigo analisa tendências metodológicas na pesquisa em educação com ênfase na pesquisa sobre professores, descrevendo o movimento histórico das pesquisas em educação no Brasil: o tecnicismo dos anos 30, abrangendo o desenvolvimento psicológico das crianças e adolescentes; os estudos sobre as condições sociais de vida dos professores na década de 50; a natureza econômica das pesquisas da década de 60; o tecnicismo que chega aos anos 70 mesclado com abordagens humanistas para nos anos 80 serem desenvolvidas interpretações críticas do social, embora de rigor metodológico questionável; os anos 90, que trazem as questões de identidade do professor já com abordagem mais culturalista e antropológica. A autora aponta os problemas metodológicos de maneira geral na produção de conhecimentos em educação.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais