Avaliação para promoção da qualidade em educação infantil

Tatiana Noronha de Souza, Mara Campos de Carvalho

Resumo


Com base em iniciativas produzidas em diversos países, o presente artigo discute a avaliação para a promoção de qualidade em instituições educacionais infantis, objetivando oferecer subsídios para reflexões e discussões sobre este tema. Apresenta-se uma breve descrição das iniciativas oriundas dos seguintes países: Austrália, Comunidade Econômica Européia, Estados Unidos e Brasil. São apresentados nossos estudos sobre duas escalas norte-americanas para avaliação da qualidade de ambientes educacionais infantis, as quais têm se mostrado úteis para a identificação de aspectos específicos deficitários no atendimento infantil, essencial para a proposição de mudanças, visando melhorias na qualidade do atendimento oferecido. Em conclusão, nas diferentes propostas apresentadas por aqueles países, a avaliação do atendimento infantil, seja qualitativa ou quantitativa, está presente ou como proposta norteadora ou complementar a outras medidas. Ademais, tais propostas nos mostram que não há uma única maneira de se chegar a um atendimento de qualidade, pois, para alcançá-lo, é indispensável a realização de ações conjuntas.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais