O processo grupal na pesquisa em educação ambiental: reflexões compartilhadas

Graziela Del Mônaco, Nadja Janke, Isadora Puntel de Almeida

Resumo


Este trabalho apresenta reflexões compartilhadas de três pesquisas em educação
ambiental desenvolvidas junto ao programa de pós-graduação em educação para
ciências na UNESP-Bauru. Embora os trabalhos sejam desenvolvidos em espaços
sociais diferentes, fundamentam-se na mesma metodologia de pesquisa: a pesquisaação-
participativa. Um dos seus princípios metodológicos mais relevantes é a
formação de “parceiros de pesquisa” com a finalidade de gerar conhecimentos e
ações sócio-ambientais transformadoras. A formação de “parceiros de pesquisa” é
etapa inicial e essencial dessa metodologia. Duas das investigações têm como
atores sociais os moradores de um núcleo habitacional de Bauru, estudando dois
temas: a história da transformação ambiental local e os indicadores de qualidade
de vida para esta comunidade. A terceira investigação envolve alunos de graduação
da UNESP-Bauru, que diagnosticam a problemática dos resíduos no ambiente
universitário. Este trabalho apresenta os dados sobre os processos grupais e procura
analisar sua importância e dificuldades tanto no desenvolvimento da pesquisa
acadêmica quanto na ação educativa dos grupos em questão. Para esta análise,
relacionamos as informações obtidas nas três experiências às discussões teóricas da
pesquisa social e ambiental, numa perspectiva da pesquisa qualitativa.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais