O capital social no processo educativo

Fortunata Piselli

Resumo


O artigo analisa o conceito de capital social e sua relevância para o sucesso
escolar dos jovens. Em primeiro lugar, examinam-se as origens e definições do
conceito na literatura científica, com especial atenção à formulação de Bourdieu
e Coleman, que constituem a referência obrigatória de toda a literatura sobre o
tema. Em segundo lugar, analisam-se as formas de capital social, as suas funções
e os mecanismos através dos quais é ativado em diferentes contextos: na família,
na comunidade e na escola. Ressalta-se que o capital social é um conceito
situacional e dinâmico: situacional, porque depende da combinação específica
das variáveis contextuais; dinâmico, porque não indica a “posse” de recursos
que se mantém inalterados no tempo. O capital social, de fato, muda
continuamente em relação a várias circunstâncias da vida e requer investimentos
contínuos, como qualquer outra forma de capital.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais