O consumo de álcool entre estudantes de dois cursos universitários

Nayara Rubya Bevilaqua, Rafael Nunes Braga, Vilson Leonel, Amilton Barreto de Bem

Resumo


O consumo de bebida alcoólica entre estudantes universitários é uma realidade constante e assustadora em nossa sociedade. Diante disso, surgiu a necessidade de fazer uma pesquisa sobre esse tema. O objetivo foi verificar o tipo e a freqüência de bebida alcoólica entre estudantes de dois cursos de graduação da Universidade do Sul de Santa Catarina – UNISUL, campus Tubarão/SC: Engenharia Civil, com predominância de acadêmicos do sexo masculino e Pedagogia, com predominância estudantes do sexo feminino. Como metodologia, realizou-se uma pesquisa qualitativa e quantitativa de nível exploratório. Para a obtenção dos dados foi utilizado um questionário com perguntas abertas e fechadas. Neste participaram 130 acadêmicos de ambos os cursos. Os resultados indicam que a maioria 63,16%, dos alunos de Engenharia Civil consome álcool semanalmente, enquanto o curso de Pedagogia a freqüência semanal é de 19,56%. As bebidas destiladas mais citadas foram a vodca com 30,77% e o uísque também com 30,77% pelo curso de Engenharia e a vodca com 11%, foi a mais citada pelo curso de Pedagogia. Dentre as bebidas fermentadas a cerveja é a mais consumida em ambos os cursos: Engenharia, 53,03% e Pedagogia 33,07%, respectivamente. Quanto ao local de consumo das bebidas alcoólicas, as festas representaram o maior índice, com 42% para o curso de Engelharia e 41% para o curso de Pedagogia.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais