Da linguagem da Química: modalização e causalidade em textos didáticos

Maria José Bocorny Finatto, Rafaela Guimarães Barbosa, José Claudio Del Pino

Resumo


Em pesquisa conjunta entre o grupo TEXTQUIM do Instituto de Letras e a Área de Educação Química da UFRGS, são examinados diferentes perfis da linguagem química em língua portuguesa. Ao integrar elementos lingüísticos e didático-conceituais, a pesquisa segue princípios de Terminologia, de Lingüística de Corpus e de Teorias do Texto. Este artigo traz um breve panorama dos resultados obtidos sobre itens como modalização e a causalidade em textos didáticos do ensino superior. Ao final do trabalho, pondera-se como aspectos da linguagem podem repercutir sobre o funcionamento do texto didático sobre o aprendizado desta ciência no ensino superior.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais