Psicologia da Educação: construindo novos sentidos para o processo de formação do professor

Eda Maria de Oliveira Henriques

Resumo


Este trabalho discute a importância das práticas instituídas de formação na construção de novos sentidos para os processos de conhecimento e ensino-aprendizagem através da disciplina Psicologia da Educação do Curso de Formação de Professores da Universidade Federal Fluminense. Pois embora essa disciplina discuta teoricamente questões de conhecimento em situações de aprendizagem formal, deve interagir com concepções e modelos de ensino de alunos constituídos através das mais diversas experiências escolares. Dessa forma, torna-se importante trabalhar com uma proposta para a disciplina Psicologia da Educação que integre conteúdos teóricos e concepções dos alunos sobre o processo de conhecimento e ensino-aprendizagem. Para isso realizou-se um trabalho junto a turmas desta disciplina, com suporte teórico do campo do Imaginário Social e da corrente Sócio-Histórica e cuja metodologia consistiu na seleção e discussão de contos literários que tivessem como tema situações ligadas à prática docente. Tal metodologia, inspira-se na prática que o jovem Vygotsky denomina como “crítica de leitor”, na qual defende a concepção de que a obra de arte após sua criação, separa-se de seu autor e é reconstruída pelo leitor. Assim, o trabalho crítico com obras literárias com temas relacionados a experiências educacionais em geral, tornam-se veículo de revelação e expressão de vivências e concepções, permitindo uma nova relação com os conteúdos teóricos e um novo sentido para os processos de formação.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais