A concepção de educadores de crianças vitimizadas sobre inclusão escolar

Paulo Celso Pereira, Lúcia Cavalcanti de Albuquerque Williams

Resumo


A criança vítima de violência doméstica, dentre outras seqüelas, pode ter o seu rendimento escolar prejudicado. Há estudos que dizem que algumas dessas crianças precisariam de educação especial. Como parte de um estudo que caracterizou o desempenho escolar de crianças vitimizadas, suas professoras e as diretoras das escolas que freqüentavam foram convidadas a participar da pesquisa. O objetivo dessa participação foi investigar a concepção das educadoras sobre o movimento de inclusão escolar. Participaram 18 professoras e 10 diretoras que responderam, na própria escola, a uma entrevista semi-estruturada, versando sobre questões pertinentes ao objetivo do estudo. Os dados obtidos revelaram que as educadoras, em especial as professoras, têm um conhecimento superficial sobre inclusão escolar, bem como sobre a terminologia “necessidades educacionais especiais”, no entanto, todas foram unânimes em pleitear capacitação para atender alunos com necessidades educacionais especiais.

Palavras-chave


Practices of inclusion; Domestic violence; Child victim of violence.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais