A CONTRIBUIÇÃO DA MITOLOGIA PARA A COMPREENSÃO DOS LIMITES DO DESENVOLVIMENTO HUMANO E O COMBATE À POBREZA

Jaidette Farias Klug

Resumo


O presente artigo se propõe a analisar a contribuição do conhecimento mitológico para a compreensão dos limites do desenvolvimento humano e o combate à pobreza. A principal justificativa do estudo é a evidência de que o homem precisa retornar à história da sua consciência mitológica para tentar compreender o que “deu errado” nessa busca desenfreada pelo saber e pelo transformar a natureza. A metodologia adotada está baseada no método dedutivo, onde através de
premissas gerais de elementos da mitologia grega, chega-se a constatações particulares. A pesquisa de natureza qualitativa está operacionalizada com a técnica da pesquisa bibliográfica. Inicialmente se discute a questão do limite da exploração dos recursos naturais, partindo-se para a crítica do modelo de desenvolvimento vigente e por último evidenciando a imperiosa necessidade de limite. Chegou-se com este estudo à conclusão de que o retorno às raízes das
primeiras civilizações pode ser uma forma de um (re)conhecimento coletivo e a busca da possibilidade de, neste retorno, pisar em um território conhecido, onde
“ainda existam os antídotos para o mal”. Cabe resaltar que o presente artigo não dá conta de abordar a complexidade e a riqueza do conhecimento mitológico, mas atinge seu objetivo de provocar reflexão e, porque não dizer, a sensibilização para os problemas ambientais da contemporaneidade,
principalmente a pobreza. Por fim recomenda-se a continuidade deste tipo de estudo pela contribuição para que o homem se conheça, amadureça seu compromisso social e quiçá, encontre o remédio para a restauração das suas raízes mais profundas.

 


Palavras-chave


mitologia; limite; pobreza

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14210/rdp.v7n3.p1983-1997

Apontamentos

  • Não há apontamentos.