ANÁLISE DE CONSUMO NUMA UNIDADE HOTELEIRA NO ALGARVE – PORTUGAL, COM O RECURSO DE FERRAMENTAS DE BUSINESS INTELLIGENCE

Miguel da Luz Guerreiro, Marisol B. Correia, Carlos M. R. Sousa

Resumo


O presente artigo tem como objetivo dotar o setor da hotelaria com dados relevantes para a previsão de vendas, receitas, ocupação e encomendas de stock, com base na análise de uma amostra de clientes de uma unidade hoteleira de quatro estrelas localizada no Algarve - Portugal, constituída pelas quinze nacionalidades com maior taxa de ocupação durante o ano de 2014. Desta forma, pretende-se aferir as preferências dos hóspedes relativamente a consumos nos estabelecimentos de restauração e bebidas, de acordo com a tipologia de quarto, regime de alojamento e agência de viagem/operador turístico, examinando igualmente, utilizando estatística univariada, as despesas com o alojamento e os consumos realizados no ano de 2014. A partir da análise e da interpretação dos resultados obtidos, foi possível verificar que, apesar de Portugal ser a nacionalidade com maior número de hóspedes na unidade em 2014, os portugueses despenderam menos do que os germânicos no que toca aos consumos nos estabelecimentos de restauração e bebidas. Todavia, os hóspedes portugueses foram os clientes mais assíduos do Restaurante X no último quadrimestre do ano e terão, efetivamente, efetuado maiores despesas com o alojamento e os respetivos regimes em todo o ano civil.

Palavras-chave


Business Intelligence, Consumos, Data Warehouse, Hotelaria.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.14210/rtva.v19n3.p513-539

ISSN: 1983-7151

Tur., Visão e Ação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil.