Cicloturismo: Origem e conceito da palavra a partir de Koselleck

Camila de Almeida Teixeira, Fátima Priscila Morela Edra

Resumo


Este artigo investigou o emprego da palavra cicloturismo em pesquisas científicas. Notou-se uma variedade de conceitos para a palavra, com destaque para duas situações: (i) bicicleta como principal meio de transporte nos deslocamentos durante toda a viagem e (ii) bicicleta como uma das alternativas de meio de transporte nos deslocamentos turísticos em áreas urbanas. Esta ambiguidade trouxe o questionamento de qual atividade se apresenta como mais adequada para o uso da palavra cicloturismo. A investigação da melhor adequação de uso da nomenclatura de acordo com a atividade utilizou como referência o trabalho de Koselleck, intitulado “Uma história dos conceitos: problemas teóricos e práticos”. Assim, a partir do estudo etimológico da palavra bicicleta, averiguou-se a relação entre o prefixo ciclo e bicicleta. Somado a isso, discutiram-se os conceitos de cicloturismo abordados por autores brasileiros e estrangeiros. O levantamento mostrou que os brasileiros utilizam apenas o termo cicloturismo, independente da atividade, e que os estrangeiros trabalham os termos bicycletourism e cyclotourism, mas sem necessariamente estarem se referindo a atividades turísticas diferentes. Por fim, compreendeu-se que a expressão Turismo de Bicicleta deve ser utilizada para designar um segmento turístico e que este deva ser composto por dois subsegmentos: cicloturismo urbano (atividade que faz uso da bicicleta em deslocamentos turísticos curtos) e cicloviagem (atividade turística em que a bicicleta atua como principal meio de transporte para o deslocamento durante toda a viagem).

Palavras-chave


Turismo de bicicleta; Cicloturismo urbano; Cicloviagem.

Texto completo:

PDF PDF (Español (España))


DOI: https://doi.org/10.14210/rtva.v22n2.p318-333

ISSN: 1983-7151

Tur., Visão e Ação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil.