Significados do consumo colaborativo no turismo a partir dos consumidores do AIRBNB

Luana Alexandre Silva, Maria de Lourdes de Azevedo Barbosa, Miriam Leite Farias

Resumo


Plataformas de consumo colaborativo que facilitam as transações de pessoa para pessoa e possibilitam novas conexões sociais vêm se estabelecendo no mercado de viagens, propagando significados que são compartilhados pelo seu público-alvo. Ao perceberem e reproduzirem os discursos construídos pelas organizações, os consumidores podem contribuir para o estabelecimento dos serviços colaborativos na sociedade, participando de forma ativa na interpretação e na reformulação das ideias passadas pelas plataformas. Nesse sentido, este estudo se propôs a analisar os significados dos discursos que envolvem o consumo colaborativo no turismo a partir da interpretação de seus consumidores. De natureza qualitativa, a coleta dos dados foi realizada por meio de entrevistas semiestruturadas com indivíduos que haviam consumido os serviços da plataforma de viagens Airbnb, dando ênfase à interpretação das mensagens passadas pelo website. Utilizando da técnina de análise do discurso, observou-se que havia entre os entrevistados uma percepção comum em relação ao discurso propagado pela plataforma, que é de facilidade, segurança, economia e hospitalidade. Fora identificado também a percepção de significados pouco enfatizados e ainda outros que foram acrescentados em função das experiências e conhecimentos prévios dos consumidores, indicando a participação dos indivíduos no processo de construção dos discursos que permeiam sua realidade.

Palavras-chave


Significado do consumo; Consumo colaborativo; Turismo.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.14210/rtva.v22n2.p380-400

ISSN: 1983-7151

Tur., Visão e Ação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil.