A INFLUÊNCIA DO RESTAURANTE MANACÁ NA GASTRONOMIA E SUSTENTABILIDADE DO BAIRRO CAMBURI – SÃO SEBASTIÃO – SP

Camila Papa Lopes, Jose Alberto Carvalho dos Santos Claro, Vanderli Marques

Resumo


Este artigo tem como objetivo geral tratar sobre a sustentabilidade na hospitalidade a partir de análise sobre um restaurante no bairro de Camburi, situado na cidade de São Sebastião, litoral norte do Estado de São Paulo, o Manacá, cujo proprietário adotou práticas de gestão ambiental, aliadas a hospitalidade de alta qualidade, tornando-o exemplo para outros negócios em gastronomia e criando uma rede de cooperação com outros restaurantes. Foi realizada uma pesquisa qualitativa, baseada em estudo de caso único para demostrar quais práticas de gestão ambiental contribuem para a sustentabilidade na hospitalidade gastronômica. Utilizou-se, ainda, a pesquisa documental e pesquisa de campo, por meio da observação direta. Destaca-se que suas atividades, embora não sejam as mais indicadas como instrumento de gestão ambiental contemporânea, demonstram a sustentabilidade ecológica do negócio. Dentre estas, destacam-se a construção do espaço físico do restaurante com palafitas, para não impedir o curso do Rio Camburi, adoção de práticas de separação do lixo para reciclagem e a realização de tratamento de esgoto. Tais práticas ambientais favoreceram a hospitalidade do Manacá e o tornou referência para outros estabelecimentos gastronômicos locais, enfatizando que a hospitalidade pode estar alinhada com a sustentabilidade e contribui para a qualidade na gastronomia.

Palavras-chave


Sustentabilidade. Gastronomia. Hospitalidade

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14210/rtva.v14n1.p118-130

ISSN: 1983-7151

Tur., Visão e Ação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil.