Visão baseada em recursos versus imagem do destino: um estudo de estratégia a partir dos imóveis adquiridos por noruegueses no Rio Grande do Norte

Geraldo Bezerra Campos Júnior, Mauro Lemuel de Oliveira Alexandre, Anderson Luiz Rezende Mól

Resumo


O trabalho teve o objetivo de identificar o perfil dos turistas, provenientes da Noruega, que compraram
condomínios de segunda residência no mercado local de imóveis, estabelecer quais as motivações para
a mobilidade residencial que os influenciaram a realizar a compra desse tipo de empreendimento, e
também procurou caracterizar qual é a associação desse comportamento com os atributos da imagem
do destino do Rio Grande do Norte à luz da teoria da VBR. Analisando os fatores motivacionais que
determinam a compra, é necessário destacar que a melhora na qualidade de vida e mudanças na renda
relacionadas à profissão são um elemento crucial para os consumidores. A aquisição de um novo imóvel
no destino turístico do Rio Grande do Norte não é apenas um bom investimento, significa para muitos
dos proprietários a satisfação de suas ambições como indivíduos. No contexto da imagem do destino, o
indicador recursos naturais (sol e mar) foi o único quesito de associação relacionado à mobilidade. Assim
sendo, pode-se concluir que em termos de fatores internos relativos à heterogeneidade e à imobilidade
de recursos, o recurso sol e mar seria o interesse principal dos turistas. Logo, o turismo local, para se
manter com uma vantagem competitiva sustentável, deve fortalecer outros recursos, pois o recurso sol
e mar está disponível em toda a costa nordestina.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14210/rtva.v15n3.p340-353

ISSN: 1983-7151

Tur., Visão e Ação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil.