TURISMO EM NECRÓPOLE: NOVOS CAMINHOS CULTURAIS A SEREM EXPLORADOS NO VALE DO PARAÍBA PAULISTA

Ana Cabanas, Fábio Ricci

Resumo


RESUMO
Necrópole é lugar de fé, crença, arte, simbologia, arquitetura e poesia; retrata religião, cultura e economia local; patrimônio cultural visualizado como um museu a céu-aberto da história regional. Essa exploração turística realizada na Europa e no Mundo, consolida-se em parte pelo atrativo histórico-artístico. Desta forma, analisou-se o potencial turístico das necrópoles no Vale do Paraíba Paulista como estratégia indutora do desenvolvimento regional. Por meio da pesquisa descritivo-exploratória, foram identificadas e caracterizadas 73 necrópoles nos 31 municípios da região. Os resultados da amostragem não-probabilística por julgamento, que reuniu seis municípios (Bananal, Cunha, Guaratinguetá, Paraibuna, São José dos Campos e Taubaté), indicam que o Vale do Paraíba Paulista apresenta perfil de Turismo em Necrópole subclassificado em temáticas: religiosa, cultural, política e artística. No entanto, nem todas as necrópoles apresentam conservação e preservação, podendo gerar problema de saúde pública. Há evidências de simbologia sacra e arquitetura do Período Neoclássico; personalidades de repercussão local, regional ou nacional, algumas no esquecimento. Uma das recomendações é a implementação de um projeto piloto voltado ao Turismo em Necrópole no Município de São José dos Campos. Por meio da indução à visita ao Cemitério Padre Rodolfo Komorek, utilizando ferramentas do marketing turístico e city marketing.

Palavras-chave: Necrópole; Turismo; Vale do Paraíba Paulista.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14210/rtva.v10n3.p378-398

ISSN: 1983-7151

Tur., Visão e Ação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil.