O BRASIL COMO OBJETO DE ESTUDO NA PESQUISA SOBRE TURISMO NO CONTEXTO INTERNACIONAL

Wesley Moreira Pinheiro, George Bedinelli Rossi

Resumo


De 2000 a 2014 o volume de turistas internacionais cresceu 68%, segundo dados da OMT. Os desdobramentos desse crescimento interessam tanto os estudos mercadológicos quanto os acadêmicos. O objetivo geral desse artigo é verificar como o Brasil figura nos estudos de publicações internacionais sobre Turismo, tendo como unidade amostral o Tourism Management. Com isso, é necessário discutir o papel do país no interesse investigativo da produção internacional, sendo ele o ator principal ou um elemento de contextualização. A metodologia utilizada nesse estudo concentra-se em uma meta-análise sobre o conteúdo de publicações em artigos publicados, a partir das variáveis e das técnicas analíticas dos estudos de Matos e Henrique (2006); Melo e Andreassi (2010); e Souza, Roglio, e Takahashi (2011). Como principal resultado dessa pesquisa, tem-se um indicador que o Brasil ainda é pouco explorado como objeto de estudo e muitas vezes é apenas citado em uma contextualização. Por fim, nas considerações finais discute-se o papel do Brasil no campo do Turismo e da Administração, propondo-se alguns problemas de pesquisa para provocar o interesse de pesquisadores brasileiros e estrangeiros sobre assuntos cujo país pode ser relevante às pesquisas, porém, ainda pouco explorado, especialmente no campo dos estudos internacionais de turismo.

Palavras-chave: Turismo no Brasil. Turismo internacional. Meta-análise.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14210/rtva.v18n1.p6-28

ISSN: 1983-7151

Tur., Visão e Ação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil.