A CONSTRUÇÃO DO MITO NA FALA DO HERÓI:

Mario Abel Bressan Junior

Resumo


O presente artigo: A construção do mito na fala do herói: do cavaleiro das trevas ao motorista da rodada na cultura de massa apresenta como investigação a presença do herói nos dias de hoje, contextualizado com a formação do mito na comunicação de massa. Relaciona a formação mítica das personagens analisadas e como estes podem exercer influência na identificação do sujeito. A cultura de massa é estudada como caminho construtivo e mercadológico na aquisição de falas e produtos. Alguns questionamentos são apresentados: Quem é o herói de hoje? Como são construídos? Como foram formados nos últimos anos na indústria cinematográfica? No contexto social encontram-se formas de se perceber a atuação destes sujeitos e identificações discursivas, bem como toda a produção simbólica. Como recorte, o artigo possui a observação do filme Batman Begins (2006) em que é analisada a história dessa identidade, falas, fraquezas e os motivos que o levam a abdicar suas histórias pessoais para então lutar por um bem social. Investiga a relação social exercida no contexto narrativo e a relação com a atual sociedade onde este herói surge como produto de massa. Após a análise da forma como se produz o herói nesse filme, propõe-se fazer uma comparação do herói destacado no discurso publicitário, neste caso o herói visto sob a perspectiva de um cidadão comum veiculado no comercial "Herói Redondo", da cerveja Skol.

Palavras-chave: Mito. Herói. Discurso. Cultura de Massa.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14210/vd.v10n1.p%25p