O discurso jornalístico e a noção-conceito de interdiscurso

Reges Schwaab, Angela Zamin

Resumo


Este artigo apresenta uma reflexão sobre análise do discurso e jornalismo. Para entender a relação de um texto com suas condições sócio-históricas, sugerimos que o gesto de leitura do discurso jornalístico deve fazer trabalhar a noção-conceito de  interdiscurso, bem como os efeitos relativos ao trabalho da memória em cada dizer. Trata-se de pensar o discurso jornalístico como formador de redes interdiscursivas, por meio de retomadas, réplicas, atualizações e deslocamentos de outros tantos já-ditos. O desafio do analista é entender como uma interdiscursividade afeta os efeitos de sentido, além de pensar as especificidades do fazer jornalístico também em relação aos efeitos que sua prática discursiva instala.


Palavras-chave


Jornalismo; Análise do Discurso; Interdiscurso.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14210/vd.v13n01.p%25p