A historicidade e a programação radiofônica: reflexões sobre comunicação comunitária na Rádiocom 104.5 FM

Maria Ivete Trevisan Fossá, Kalliandra Quevedo Conrad

Resumo


Reflete-se sobre como podemos definir/lançar um olhar sobre a comunicação comunitária no âmbito das rádios comunitárias. Toma-se a experiência da RádioCom FM, da cidade de Pelotas – RS, Brasil, cujo conjunto de práticas radiofônicas é considerado um caso exemplar de comunicação comunitária. Na primeira parte, com Peruzzo (1998; 2008) e Downing (2002) são realizados apontamentos sobre comunicação comunitária.  Em um segundo momento, utilizando-se de pesquisa bibliográfica, observação simples e entrevistas semiestruturadas, destacam-se as marcas conceituais da comunicação comunitária presentes na rádio comunitária gaúcha em questão. 


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14210/vd.v13n02.p%25p