Racionalidades do consumo: uma perspectiva teórica para produção de sentido através da música

Dulce Mazer

Resumo


O artigo apresenta uma discussão teórica sobre os estudos de consumo, especialmente o musical, entendido como conjunto de processos socioculturais pelo qual se realizam usos e apropriações de bens, produtos e experiências musicais, um modo para conhecimento do mundo. Canclini (1991; 1995), o consumo serve para "pensar". A articulação entre seis racionalidades - cultural, dos desejos, dos aspectos simbólicos e estéticos, de interação sociopolítica, de integração social (CANCLINI, 1991) – seria um modo de refletir sobre as condições de consumo e cidadania. Nos anos 1990, o autor propunha pensar sobre o consumo como a construção de um subcampo de estudos. O texto aborda teorias da Antropologia do consumo para entender a produção de sentido.

Palavras-chave


: consumo musical; produção de sentido; juventude.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14210/vd.v14n01.p%25p