Judaísmo: a identidade que sobreviveu a propaganda nazista

Renato Somberg Pfeffer, Cláudia Osna Geber

Resumo


Defendendo a ideia que a propaganda Nazista tinha como um de seus principais objetivos a destruição do povo judeu e de tudo que o mesmo representa, este estudo tem como objetivo entender como a identidade judaica sobreviveu frente a esta ideologia que tinha como objetivo destruí-la. Por meio da análise do polêmico conceito da identidade étnica judaica e do entendimento do que foi a propaganda nazista, o artigo defende que a sobrevivência judaica, tanto física quanto indenitária, simboliza o fracasso do projeto nazista e abre perspectivas para se repensar a crise de identidade na sociedade pós-moderna.

 


Palavras-chave


Judaísmo, Propaganda, Nazismo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14210/v&d.v16n01.p%25p